Banner

Home
Quem é Baraldi
Personagens
Fotos
Cartuns e ilustrações
Charges
Jogo do Roko-Loko
Lojão
O que falam dele
Entrevistas
Prêmios
Podcast
Livro de visitas
Links
Blog
Twitter
Youtube
Fale comigo

 

Login



WebBlog Tataritaritata

VAMOS JUNTOS COM MÁRCIO BARALDI: UM CARTUNISTA PORRETA DEMAIS!


por Luiz Alberto Machado

1. Márcio, como foi a descoberta pela arte?
Eu sou daqueles moleques que já nasceu rabiscando. Desenhava na toalha, na parede, no guardanapo,era um terror pra minha mãe, coitada!Pra me "acalmar" ela me dava bastante papel e canetinhas,assim eu ficava quieto e dava sossego pra ela.Foi assim que eu descobri a "arte"(rs)!

2. O que mais contribuiu para que você se definisse pelo seu trabalho artístico?
O tesão pelos gibis! Eu fiquei fascinado por gibis desde a mais tenra infancia,aprendi a ler com uns cinco anos, antes de ir pra escola, graças aos gibis! Tinha tanta vontade de lê-los que fui aprendendo com eles.Fui albetizado pela Monica e Cebolinha!!!
Outra coisa que eu adorava eram os desenhos animados. Sou de uma geraçao que pegou desenhos classicos geniais como Corrida Maluca, Pernalonga, Bip,Bip,Pica-Pau,Roger Ranjet, Tom Sem Freio, Jorge das Selvas, Jetsons, Flintstones,etc. Eu adorava tudo isso e o Muppet Show, que era o meu programa preferido quando moleque,adorava aqueles bonecos contracenando com humanos! Eu morava no suburbio, numa época mais tranquila, e foi uma infancia excelente!!!

3. Como foi que tudo começou até chegar na escolha pelos quadrinhos, charges, cartuns?
Quando eu conheci os gibis da Monica, Perere e a turma do Sitio do Pica-Pau amarelo, na infancia,aquilo me pegou em cheio! Eu que adorava desenhar me identifiquei totalmente com aquelas obras e comecei a desenhar cada vez mais minhas proprias HQs, cartuns e a criar meus proprios personagens. Eu tenho zilhoes de cadernos em casa lotados de personagens que bolei na infancia.
Pra mim tava claro que eu tinha nascido para aquele ofício!

4. Você já arrebatou vários prêmios. Fala deles: de que forma tais prêmios têm contribuído para o seu trabalho?
Eu tenho varios, os mais interessantes são : um Prêmio"Humor Popular", que ganhei no Salão de Volta Redonda em 1994.Esse premio era conferido não pelos jurados, mas sim pelo proprio publico que visitava o salao e na saida votava no cartum que mais tinha gostado no Salao inteiro. Este foi legal poque foi o povo e não a "crítica"que me deu!
Outro muito legal foi o "Vladimir Herzog" de Direitos Humanos,em 2002.Esse premio é conferido pela Comissao de Justiça e Paz, Sindicato dos Jornalistas, OAB, entre outras entidades de direitos civis,e é conferido a jornalistas e cartunistas cujo trabalho contribuiu para a defesa dos Direitos Humanos no Brasil.Gosto dele porque não é um premio meramente estético e sim político!
Fora isso ainda ganhei tres "Angelo Agostini", um em 2003 e dois em 2004,como melhor cartunista do ano e melhor lançamento do ano para meu livro "Roko-Loko e Adrina -Lina".
Esses premios todos me deixam feliz porque sao um reconhecimento desse trabalho todo que venho plantando nesses quase 20 anos de profissao.É legal saber que estao dando algum valor pra nossa batalha e suor!Os premios só me incentivam a seguir cada vez mais em frente e confirmam que eu escolhi o
caminho certo na vida.

5. Como foi que tudo começou com alusão ao Roko-loko e Adrina-Lina?
O Roko e Adrina nasceram por acaso, se é que o acaso existe.Eu bolei uma unica HQ com o casalzinho, que na época, nem tinham nomes, nao eram personagens de nada senao daquela unica historia, e levei para revista Rock Brigade.Para minha felicidade eles adoraram a HQ e publicaram no ato e disseram que queriam uma HQ deles todo mes, aí eu tive que me virar pra bolar outras e já fazem quase nove anos que eu estou me virando e bolando novas historias com eles(rs)!

6. Qual a perspectiva que você tem com relação ao Roko-Loko e Adrina-Lina?
Sao as melhores possiveis!Eles viraam um sucesso absoluto entre a roqueirada brasileira e meu trabalho já começa, devagarinho, a aparecer em outros paises tambem como o Equador, onde tambem desenho para a revista "Headbanger Magazine".
Lancei o primeiro livro do casalzinho o ano passado que vendeu muito bem e foi até premiado, este ano lancei o segundo que promete esgotar rapido tambem e já tenho um terceiro na manga pra 2005.Alem disso estou preparando o video-game do Roko-Loko e estreei meu site onde as pessoas do mundo todo podem conhecer melhor meu trabalho.
Enfim, estou trabalhando muito pelo Roko e Adrina e se depender de mim, eles irao longe!

7. Como se deu essa opção pelo humor-rock?
Nao foi exatamente planejado.É que eu sempre fui muito ligado em RocknRoll, sempre tive um comportamento roqueiro, um espírito rocker, e isso acabou vazando naturalmente pros meus quadrinhos.Lembro que quando descobri o rock, aos onze anos, passei imediatamente a lotar cadernos de escola com desenhos do Queen e do Kiss, minhas duas bandas preferidas na infância e
pré-adolescência. Aí fui desenvolvendo isso conforme iam surgindo as oportunidades certas.
Tambem me interessei por politica cedo e foi inevitavel que eu misturasse politica com rock no meu trabalho!

8. Rockcharge ou chargerock?
As duas e muito mais!O que vier eu traço, rabisco, risco e arrisco(rs)!

9. Você tem sido muito bem recebido pela mídia e pela crítica especializada, angariando elogios rasgados ao seu trabalho. Como você tem recebido isso?
Tô feliz, porque finalmente tô sendo recompensado por aquelas centenas de madrugadas que passei em claro trabalhando(rs)! Véio, sem brincadeira, só eu e Deus é que sabemos o tanto que eu já ralei nessa profissao. Só tendo muito amor pelo ofício pra fazer o sacrificio que eu fiz.
Sempre fui do grupo de artistas que CRIAM e não dos que copiam e sempre lutei pra deixar isso claro pra todo mundo! Modéstia a parte,não existe no mundo outro personagem roqueiro como o meu, a minha formula é nova, é sangue novo, sacou?! Digo isso não é nem pra capitalizar esse merito só pra mim mas tambem pro Brasil, por que odeio ver brasileiro desprezando tudo que é feito no Brasil, achando que nada que é feito no Brasil presta. Nao é verdade, nós temos vanguarda mundial em muitas areas, e o Roko-Loko e minha "charge-rock" são vanguarda tambem!
Não vou esperar eu morrer pras pessoas virem reconhecer isso, vou deixar isso claro JÁ!!!,enquanto estou vivo(rs)!

10. Para finalizar, você ao que parece é workaholic mesmo, heim? Então, quais os projetos futuros que você têm em mente?
Eu tenho uma vocação arretada pro trabalho mesmo, nasci pra trabalhar, criar e produzir! Não tiro férias, não casei, não tive filhos, não fiz nada que pudesse me desviar do meu trabalho. Essa minha atual encarnação eu tirei pra trabalhar (gargalhadas)!!! Casamento e ferias ficam pra próxima.
Eu tenho sempre zilhoes de projetos em andamento. Os próximos são mais um livro de charges políticas, um álbum do meu personagem tatuador "Tattoo Zinho", o video-game do Roko-Loko e mais algumas coisas bacanas ai.
Vamos com calma que tudo está sendo bem feito que é pra durar. Meu trabalho não é descartável, pras pessoas esquecerem em pouco tempo. Meu trabalho é que nem Minas Gerais, quem o conhece não esquece jamais (gargalhadas)!!!!
Abraços a todos! Visitem meu site e deixem um recado no guestbook! Valeu!!!


entrevista concedida em setembro/2004 para http://tataritaritata.weblogger.terra.com.br

 


Copyright © 2004-2009 – Marcio Baraldi – Por [email protected]